quinta-feira, 30 de abril de 2009

FLORIPA

Domingo passado desembarquei em floripa, um café pra curar o enjôo, viajei de ressaca, culpa das cervejas a mais com o pessoal da escalada na noite anterior, no primeiro contato com a Beira-mar, nostalgia.
As lembranças, da insegurança de morar sozinha, da ânsia pela pesquisa, lágrimas pelas renuncias, sorrisos pelas conquistas.
Novos amigos, verdadeiros amigos, risadas, momentos difíceis, tensão, decepção, dizer adeus sem olhar pra trás, lágrimas, saudades imensas. Me descobrir como mulher, permitir se apaixonar de novo, pela vida, pela liberdade.
Cumprir metas, se permitir fazer o que gosta, reencontros com paixões, trilhas, aventuras, viagens, mar, tempestades, a escalada chegando pra valer e pra ficar, a superação dos meus limites, auto- conhecimento , despedidas novamente, primeiro a Josi, depois a Paula, na seqüência Luisa, Rodrigo e no final do ano passado a minha despedida da Ilha.
Quanta coisa em só dois anos, coisas boas, coisas não tão boas assim.
Há alguns passos de mais uma conquista, revivendo com a Carol essa fase tão gostosa de nossas vidas.
E daqui a dois anos como vai ser?


Ahh Floripa!!!


Carol, Luisa, Eliza

3 comentários:

  1. aaaaaai, gente.. quase morri de saudades de ler o que escreveste.

    ResponderExcluir
  2. aaai, quase morri de saudades de ler o que escreveste. nossas fotos, nossos projetos, trilhas, praias, noites conversando até tarde...

    saaaaudades

    ResponderExcluir